MATÉRIAS
 


FIQUE POR DENTRO

Cadastre-se para
receber nossa News Letter
informativa, sobre novidades
e promoções.

 
Nome:
E-mail:

A MOTIVAÇÃO NA ESCOLHA DAS CORES

Quando uma COR escolhe VOCÊ !

Você já se sentiu atraída por uma cor?

Você já se percebeu imaginando roupas ou ambientes com uma cor que nunca usou?

Você já se pegou observando repetidamente uma cor como se nunca a tivesse visto antes?

Pois é, até parece que essa cor está “te perseguindo”, né?

Vamos entender melhor isso: você está sim, sendo atraído pela vibração dessa cor!!!

Pode ter uma certeza: você anda com novos sentimentos ou novas necessidades dominando sua mente e, esta tal cor, se identifica com esta nova freqüência!

Nós fazemos contato com nossa alma, ou com nossa essência, através de sensações, sensações essas estimuladas por diversos elementos a nossa volta, como as cores, os sons, os aromas, etc.

Vamos testar sua sensibilidade e sua capacidade de entender esses códigos da natureza?

(1) MARROM
( ) FLORAL ( ) METAIS ( ) ESTÁVEL ( ) INSPIRAÇÃO

(2) LARANJA
( ) LAVANDA ( ) VIOLÃO ( ) SONHADOR ( ) EUFORIA

(3) LILÁS
( ) MADEIRA ( ) FLAUTA ( ) ENERGÉTICO ( ) SEGURANÇA

Confira as seqüências:
( 12213 - 23132 - 31321 )

Bem, você mesmo vai avaliar o seu grau se sensibilidade em entender as “sintonias” da natureza, de acordo com o seu grau de acertos!

Quando, por exemplo, uma pessoa começa a desejar ambientes ou roupas lilases, mesmo que nem ela perceba essa insistência, observe se no dia-a-dia ela não está sofrendo muito stress, muita pressão ou mesmo muita interferência em seus pensamentos e em suas vontades, se ela não está num ritmo mais frenético do que poderia suportar. Toda esta agitação, principalmente mental, é associada às estimulações do amarelo, que é a “cor oposta” do lilás. Ou seja, seu instinto, sua alma ou, como quiser denominar essa nossa sabedoria interna, lhe pedirá uma compensação, sempre em busca do equilíbrio.

Essa inteligência que todos nós temos, em maior ou menor grau de consciência e que, nos indica aquilo que precisamos, nem nós mesmos estamos acostumados a reconhecê-la.

Por isso é muito comum ouvirmos dizer que uma pedra, uma cor ou mesmo acontecimentos, estão nos “escolhendo”, nos “chamando”, ou nos “perseguindo”!

Na verdade, como dissemos anteriormente, o que está acontecendo é o fechamento de uma freqüência, é a identificação de nossa inteligência instintiva com nossos “remédios” na natureza. É assim que nossa alma se comunica e nos comanda a fazer algo por nós mesmos!

Para tanto todas essas propriedades das cores, das flores, dos aromas ou sons, enfim, de todos os elementos da natureza precisam ser mais bem conhecidos ou estudados por todos nós, pois lá está a compensação de tudo o que necessitamos.

Quando se trata de usar um medicamento com maestria, pensamos logo em um médico. Ele se dedica a diagnosticar nossas necessidades e conhece bastante a propriedade dos remédios a fim de nos indicar o ideal.

Por isso considero o Consultor de Cores, sendo ele Designer de Ambientes, Arquiteto, Estilista ou não, um “terapeuta”, pois através do desenvolvimento de seus conhecimentos sobre gente e sobre cores e, a partir de um exercício coerente de sua criatividade, ele pode proporcionar saúde física e emocional e todo tipo de motivação através das Cores!

Mais importante do que usar belas cores é usá-las bem!